Carteira de Investimentos Para Iniciantes – Veja Como Montar

Deseja enriquecer usando como ferramenta os investimentos precisa aprender como fazer. Confira a seguir dicas de carteira de investimentos para iniciantes.

Imagem de Raten-Kauf por Pixabay

Pessoas inexperientes e que decidem investir sempre procuram por aquele investimento que vai lhe promover enriquecimento, mas sabia que o melhor poder ser escolher mais opções?

Sendo assim, você pode ter seu próprio conjunto de produtos e, com isso, pode aumentar a assertividade e os lucros.

Por exemplo, seu portfólio pode ser composto por ações da bolsa de valores, tesouro direto e outros.

Tudo vai depender do seu perfil de investidor e também dos seus objetivos.

Neste post vou te passar informações importantes sobre carteira de investimentos para iniciantes, então siga lendo com atenção.

O Que é Uma Carteira de Investimentos e Para Que Serve?

Imagem de mohamed Hassan por Pixabay

Antes de falar sobre carteira de investimentos para iniciantes, vamos entender melhor do que se trata.

Em síntese, uma carteira de investimento é o conjunto dos investimentos que você escolhe para obter rendimentos e alcançar objetivos financeiros.

Então, como cada um possui seus objetivos e características, a carteira deve ser feita de maneira segmentada.

Além disso, tenha em mente eu suas escolhas aqui devem refletir a forma como lida com suas finanças.

Mas para que serve e porque você deve continuar lendo sobre carteira de investimentos para iniciantes?

Falando de maneira bem objetiva, as carteiras de investimentos são basicamente sua estratégia para ganhar dinheiro através do mercado financeiro.

Por isso a alocação de cada uma das aplicações deve seguir alguns fundamentos. Principalmente o de ser rentável.

Mas não se trata de simplesmente ser uma aplicação lucrativa, ela deve dar lucros independente do cenário econômico.

Por isso, se o seu portfólio for mal composto, seus rendimentos podem ser mínimos ou podem nem ocorrer.

Trabalhar com mais investimentos em conjunto garante que você não perca todo o seu dinheiro caso um dê errado.

Provavelmente, você também deve pensar que para começar a investir é preciso aplicar muito dinheiro, mas isso não é verdade. É possível começar investindo pouco.

Carteira de Investimentos Para Iniciantes – Como Montar a Sua

Agora sim vamos falar sobre carteira de investimentos para iniciantes.

Confira um passo a passo completo e bem didático que te permitirá fazer seus investimentos da melhor forma possível e correndo menos riscos.

Descubra seu perfil de investidor

O primeiro passo e talvez o mais importante é descobrir qual o seu perfil de investidor.

Desse modo, você saberá o que te fará alcançar seus objetivos e ainda entenderá qual sua tolerância a riscos.

A priori, os investidores se dividem em: Conservador, moderado e agressivo, e o que vai te classificar é o quanto você aceitará de riscos.

Imagem de Steve Buissinne por Pixabay

Conservador: Quem possui um perfil conservador deve apostar em aplicações ditas prefixadas como CBDs com taxa fixa e Tesouro Prefixado.

Moderado: Sem dúvida, o investidor moderado possui uma gama maior de produtos e a possibilidade de retornos maiores.

Sendo assim, todos os títulos do Tesouro Direto são boas alternativas e como base da sua carteira de investimentos, prefira o Tesouro Selic.

Os Certificados de Depósito Bancário (CDBs) pós-fixados igualmente são ótimas opções e geram renda acima do CDI.

Arrojado ou agressivo: Se você deseja arriscar mais para obter ganhos mais altos, os títulos de Tesouro Direto em longo prazo são ideais.

Outras alternativas são LCA (Letras de Crédito de Agronegócio) e LCI (Letras de Crédito Imobiliário), pois são bem rentáveis, isentas de taxas e ainda são seguras.

Contudo, você também deve levar em consideração quanto de capital pretende investir.

Defina seus objetivos

Após conhecer bem seu perfil, é chegada a hora de pensar em seus objetivos.

O que você pretende fazer com seus ganhos? Qual o prazo para que atingir essas metas?

Pense também em quanto dinheiro precisa ter ao final da operação para que tudo seja concretizado.

Depois de listar seus objetivos, o ideal é definir as metas que os possibilitarão, dividindo-os em curto, médio e longo prazo.

Assim fica mais fácil direcionar cada uma de suas aplicações e ainda os respectivos prazos de vencimento.

Vale ressaltar que quem pretende viver de renda deve mesmo montar uma boa carteira de investimentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Chinese (Simplified)EnglishFrenchGermanItalianJapanesePolishPortugueseRussianSpanish